Com a chegada do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, os estudantes brasileiros começam a se preparar para enfrentar as provas. Uma das etapas mais importantes do exame é a redação, que pode definir a diferença entre entrar ou não em uma universidade.

Para garantir uma boa nota na redação do Enem, é fundamental que o estudante conheça as possíveis temáticas abordadas na prova. Desde 2015, o Enem vem seguindo uma tendência de temas voltados para a atualidade e problemas sociais, como a crise dos refugiados, a violência contra a mulher e a intolerância religiosa.

Baseando-se nesses temas, é possível levantar algumas apostas para a temática da redação do Enem 2017. Uma das possibilidades é abordar a questão do racismo e da discriminação racial no Brasil, tema recorrente na atualidade diante de diversos casos de violência e discriminação.

Outra possível temática é a questão do meio ambiente e desenvolvimento sustentável, que tem ganhado mais espaço nos debates políticos e na sociedade como um todo. O Enem também pode optar por uma redação com enfoque em tecnologia e suas consequências sociais e econômicas.

Independentemente da temática escolhida pelo Enem, a preparação para a redação deve seguir algumas orientações importantes. O estudante deve estar atualizado sobre os fatos e temas relevantes da atualidade, além de ter uma boa leitura e escrita, com variedade de vocabulário e coesão nas ideias.

Também é importante lembrar que a redação deve ser estruturada em introdução, desenvolvimento e conclusão, além de seguir uma proposta de intervenção para o problema apresentado. O ideal é fazer uma redação com no máximo 30 linhas, respeitando o limite estabelecido pelo Enem.

Em resumo, as temáticas do Enem são muito importantes para a preparação da redação, mas é preciso lembrar que a dissertação é apenas uma parte do exame e que o estudo constante e a preparação em outras áreas, como Matemática, Linguagens e Ciências Humanas, também são fundamentais para o sucesso na prova.